terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Trufas energéticas!



Lembram-se de vos falar das trufas que fiz no fim de ano e que aprendi com a Filipa Range, da Cozinha Verde, quando fui ao seu workshop de cozinha vegana? Pois bem! É delas que vos falo hoje. A solução para quando não há snacks ou sobremesas saudáveis em casa. Fáceis, sem açúcar refinado e vegans.

Já aqui disse várias vezes da minha falta de jeito para fazer bolos. Por isso, quando descobri que poderia fazer uma sobremesa que não precisa de forno, que fica pronta na hora, que não precisa de medidas de balança nem de caldas e caldas de açúcar.. fiquei fã! A receita só poderia ser da Filipa da Cozinha Verde!


Estas trufas energéticas têm como base as tâmaras, que têm um importante valor nutricional. São ricas em vitamina B5, potássio e sódio, ferro hidratos de carbono simples e complexos (o que faz com que seja muito energética) e açúcares complexos.

Apesar de a receita dada pela Filipa ser unicamente de tâmaras, podemos ser criativos e utilizar outros ingredientes. Neste caso, fiz metade de trufas de tâmaras e metade de trufas de figos secos. Tenho a sorte de o avô do J. ter uma figueira e, ele próprio, fazer os figos secos sem um pingo de açúcar! :)

Trufas energéticas
(receita do workshop cozinha vegan para principiantes da Cozinha  Verde)
1 cháv de miolo de avelã (ou outro fruto seco)
12 tâmaras s/ caroço (ou figos secos)
4 c sopa de macarroba (Iswari) ou farinha de alfarroba e canela
2 c sopa de xarope de tâmaras (opcional)
Toppings a gosto - utilizei coco, cacau e avelã.

Preparação:

Picar o miolo de avelã.
Juntar os restantes ingredientes (excepto os toppings!) até obter uma massa homogénea e moldável. 
Moldar bolinhas pequenas com as mãos. 
Em diferentes taças, colocar os toppings que deseja e envolver nas bolinhas de tâmaras.
Levar ao frigorífico até à hora de servir.
Podem ser congeladas mas só depois dos toppings - caso contrário, fica difícil de os colocar.

Já viram como é tão fácil?
Tenham em atenção as tâmaras que escolhem, já que há algumas que na sua composição têm xarope de glicose e, aliás, vê-se que parece que estão envernizadas! Escolham as mais simples, sem caroço. Podem ainda demolhar as tâmaras para ser mais fácil de utilizar, mas tem de se retirar toda a água após o processo de demolha.
Temos ainda a possibilidade de fazer as tâmaras em versão simples, sem os toppings (apesar de ficar menos saboroso e bonito).

Em vez do miolo de avelã, podemos também utilizar outro fruto seco como noz, caju, amêndoa. O importante é a criatividade e a capacidade de inventar e pensar para além da receita original!

Para os toppings, há várias opções. Farinha de alfarroba, amêndoa ralada, coco ralado, pistachio picado (fica muito bem visualmente!), bagas goji picadas, cacau (de preferência 100%).. Se se lembrarem de mais algum, digam para também começar a experimentar!

É este ano que vamos começar a fazer unicamente sobremesas veganas e sem açúcar?


Obrigada mais uma vez Filipa, pela verdadeira inspiração!

Sem comentários:

Enviar um comentário